Como ajudar um estudante a escolher a melhor carreira para o seu futuro?

Publicidade

A fase de escolha da faculdade é uma das mais complicadas para muitos alunos. Decidir o futuro profissional correto costuma ser um trabalho de muita dedicação, tempo, mas acima de tudo uma tarefa muito difícil para os estudantes do ensino médio. Alguns não têm clareza sobre como é a profissão e, em muitos casos, depois de fazer um ou dois ciclos percebem que a área escolhida não é o que esperavam e mudam de ideia.

De fato, para a maioria dos estudantes, planejar a carreira é muito difícil. Poucos têm clareza sobre sua vocação. Mas quanto mais cedo um aluno começar a pensar na sua profissão, mais cedo descobrirá do que gosta e do que não gosta. Isso é especialmente importante porque sua escolha é, potencialmente, o que ele se encontrará fazendo para ganhar a vida em um futuro próximo.

Como um dos momentos mais decisivos na vida dos jovens, portanto, uma orientação de especialistas com dicas sobre a profissão e testes vocacionais devem ajudá-los a entender e definir melhor os seus talentos.

Nunca é cedo demais para se familiarizar com estes melhores passos que vão ajudar os alunos do ensino médio a escolher a carreira certa. Veja o que dizem estas dicas:

Ajude-o a descobrir seus interesses.

A primeira coisa a fazer é ajudar um estudante a descobrir seus gostos, interesses e quais assuntos ele domina melhor. Pergunte o que ele gosta de fazer, quais são os seus talentos, se gosta de números, se é mais orientado para letras, entre outras indagações. Assim, ele mesmo reconhecerá onde se sente mais confortável e você poderá orientá-lo da melhor forma.

Uma excelente maneira de ajudar um aluno a determinar seus interesses é pedir-lhe que faça uma lista de coisas que gosta de pesquisar na Internet. Às vezes, os hobbies podem levar à boas carreiras e, muito provavelmente, no caso de serem bons em algo, esse talento pode se transformar em um meio de vida.

Fale com alguns profissionais.

Conversar com alguém que tenha experiência em um determinado campo e pode ajudar um estudante a saber se essa profissão é algo que ele gostaria de seguir. Frequentemente, e especialmente quando se é jovem, a tendência é ter percepções idealistas e romantizadas de como é o trabalho dos sonhos.

Consultando pessoas experientes, os alunos podem ter uma ideia das expectativas reais do trabalho, do rumo educacional a seguir, da área em que residir e até mesmo das expectativas salariais. Além de conversar com profissionais, há muitas informações disponíveis online sobre o que esperar de uma carreira. Os pais podem, inclusive, fazer essa pesquisa e compartilhar suas descobertas com seus filhos. Ou ainda, buscar a ajuda de conselheiros de carreira na escola.

Testes de aptidão e cursos.

Se um estudante não tem certeza sobre o tipo de carreira que mais lhe convém, ou o tipo de trabalho que deseja fazer após a formatura, um teste de aptidão profissional pode ajudar. O teste vocacional é uma ferramenta que permite conhecer e verificar os interesses acadêmicos e inclinações que a faculdade possui. Isso ajuda a destacar um conjunto de habilidades e identificar campos potenciais. Existem também muitos cursos disponíveis online nos quais é possível experimentar alguns aspectos profissionais e afinidades com um determinado assunto ou habilidade.

Estágios.

Os estudantes também podem se beneficiar de estágios ou de uma colocação como aprendizes. Eles não apenas ganham experiência em seu campo, mas também encontrarão pessoas que podem servir de referência. Embora os alunos do ensino médio talvez não consigam um estágio remunerado, a experiência é muito compensatória. Os estágios podem não apenas ajudar o aluno a obter referências para o futuro, mas também pesam positivamente no currículo.

Determine as expectativas.

Se um aluno está planejando seguir uma carreira em engenharia e percebe que não é muito bom em matemática, então é a hora de buscar ajuda para melhorar, ou começar a considerar outros planos para o curso superior. O desempenho acadêmico em disciplinas específicas pode determinar se o estudante entrará na faculdade certa, o que pode lhe dar uma vantagem no início da carreira profissional. 

Tenha um segundo plano.

Em comparação com cinquenta anos atrás, existem milhares, senão milhões de graduados com diplomas qualificados no mercado de trabalho. Mais, na verdade, do que empregos disponíveis. Claro, ninguém quer desanimar um estudante ou atrapalhar seus sonhos, mas é essencial ser realista. Por mais que seja importante encorajar e apoiar os talentos e paixões de um jovem, também é necessário mostrar-lhe as oportunidades que existem. Então, em vez de focar exclusivamente em uma habilidade, pode ser melhor para o estudante ter um outro plano para recorrer, se necessário. Isso não significa desistir de sonhos – existem áreas que se desmembram em várias outras semelhantes, e que podem garantir um fluxo seguro de renda e a almejada realização profissional. 

Não force ninguém a escolher uma carreira.

É muito bom saber sobre os diversos aspectos que envolvem cada profissão, como remuneração média, carreiras mais exigentes e os benefícios de cada uma. No entanto, estes não devem ser os fatores que determinam a decisão de um aluno. Os estudantes devem ser sempre orientados a escolher o campo que gostam e no que realmente são bons.

Gostou? Deixe seu comentário!

Publicidade
HomeEducaçãoComo ajudar um estudante a escolher a melhor carreira para o seu...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Lidas