no ,

Coronavírus | Bolsonaro vetou o uso de R$8,6 bilhões para combater pandemia

Nessa quarta-feira (3), o presidente decidiu vetar a aprovação do fundo extinto para combate ao Coronavírus

Foi publicado no Diário Oficial da União nessa quarta-feira (3), que o presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar o uso do dinheiro restante no Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para o combate do Coronavírus no país. O presidente afirmou que essa mudança do destino do dinheiro viola a Constituição e que essa medida descumpre o teto de gastos e não mostra qual será o impacto orçamentário e financeiro desse gasto para o país.

O destino do dinheiro tinha sido votado pela Câmara de Deputados e pelo Senado e obteve aprovação unânime com 75 votos. Porém, o presidente decidiu vetar e também cortou o trecho em que os parlamentares haviam aprovado a repartição desse dinheiro entre os Estados e Municípios do Brasil.

Agora é o cidadão em primeiro lugar", diz Bolsonaro sobre Inmetro ...

O Congresso irá avaliar o veto do presidente e decidir se manterá ou derrubará a decisão. Não foi decidido quando será a análise do veto pelos parlamentares. O FRM foi criado em 1996 e era munido pela reserva do Imposto sobre Operações Financeiras.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se surpreendeu com a decisão do presidente, porém afirmou que a decisão é do presidente e que agora cabe ao Congresso convocar uma reunião para analisar o veto.

O que você achou da decisão do Presidente Jair Bolsonaro? Deixe sua opinião nos comentários.


Leia mais  Embraer sofre ataque cibernético e investiga ação e impactos

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cannes | Filme brasileiro sobre racismo é escolhido pelo Festival

Coronavírus | Brasil passa o número de 600 mil infectados