no

Nenhuma região do Brasil atingiu a imunidade de rebanho contra o coronavírus, segundo braço latino-americano da OMS

A imunidade de rebanho é atingida quando o percentual de pessoas imunes ao vírus em uma dada população é alto ao ponto de impedir que a doença siga circulando

De acordo com declaração de Marcos Espinal, diretor do departamento de doenças contagiosas da Opas (Organização Pan-americana de Saúde), da OMS, não há evidências de que alguma região do Brasil tenha atingido a imunidade de rebanho contra o novo coronavírus.

Atinge-se a imunidade de rebanho quando o percentual de pessoas imunes ao vírus em uma dada população é alto ao ponto de impedir que a doença siga circulando.

Nos últimos dias, foi sugerida por epidemiologistas e novos estudos a possibilidade de imunidade coletiva para explicar a redução sustentada de novos casos da covid-19 em locais como São Paulo e Manaus, enfrentaram surtos graves da doença e passam pela reabertura e maior circulação de pessoas sem novos picos de contágio pelo novo coronavírus.

Segundo Espinal, para que as regiões tivessem atingido a imunidade de rabanho seria necessário que entre 50% e 80% da população tivesse desenvolvido anticorpos contra a covid-19. A OMS trabalha com uma taxa de prevalência de anticorpos em cerca de 14% da população de Manaus pouco mais de 3% em São Paulo.

O que achou? Deixe seu comentário!

Leia mais  Itália registra mais 760 mortes por coronavírus!! Total de casos passou de 115 mil - Quinta (02)

O que você acha?

Written by Nathalia da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Katy Perry será atração principal da versão online do Tomorrowland

Times da Argentina querem que Libertadores seja adiada